Aramà lança primeiro álbum

Publicado por:

Categorias

Compartilhar

A cantora e compositora italiana Aramà lançou seu primeiro álbum, “As Luas de Wesak”. Trazendo uma grande mistura de ritmos e línguas, o disco traz apenas um único tema ligando as músicas: a feminilidade. O álbum já está disponível nas plataformas digitais.

O próprio termo diversidade carrega em sua semântica o propósito do trabalho. É um substantivo feminino que caracteriza tudo o que é múltiplo. Melhor definição do conceito artístico de Aramà não existe. Ela é italiana em nascimento mas uma cidadã do mundo por opção. Fala e canta em português, inglês, africâner, espanhol fluentes e mescla seus textos a sonoridades que, igualmente, desprezam quaisquer fronteiras. As letras são o fio condutor de tal diversidade, ao misturar influências distintas sonoras sob um tema único, a feminilidade.

O álbum abre com um delicado solo de piano enquanto Aramà canta ao longe, em uma atmosfera um tanto mistica. Em seguida, ela começa a dançante “Ibeji”, com uma pegada caribenha, em que canta ao lado de um coro de mulheres. A música teve inspiração de encontro mágico que a cantora teve com a falecida avó, quando ela via também dois gêmeos, em rosa e azul, e a nonna a confortava dizendo que eram protetores.

Aramà
Foto: Divulgação

Em “As Luas de Wesak”, faixa que dá título ao álbum, a artista traz atabaques, ritmos caribenhos e uma parceria com Slim Rimografia. O rapper insere elementos de hip hop ao caldeirão.

Aramà canta em português, inglês, italiano, espanhol e africâner

“Lion’s heart” vem em inglês com trecho em africâner. A faixa passeia por synth pop e desagua em percussão africana sob produção do DJ Mista Luba e Décio 7. Com Rafael Mike, Aramà divide vocal em “Sambar in Love”. Ela canta em italiano, português, espanhol sobre um kick eletrônico e métrica hip hop nos trechos de Mike. A produção é também de Boss in Drama.

“Nipples” (mamilos) é explicitamente um manifesto do poder feminino. Um pop de pista meio reggaeton na produção de Boss in Drama. Logo pula para a mais que brasileira “Pizza com Guaraná”, que na verdade abre parecendo um jazz em baixo, bateria e piano. Até que um pop funkeado toma conta do som. Essa é mais uma colaboração com Boss in
Drama.

“Rainha”, escrita com Eduardo Brechó, também divide a produção com Renato Parmi. A faixa enaltece em mix de eletrônico, samba e sonoridade tropical o respeito que o homem deve às mulheres. Nas palavras de Aramà, “é preciso ser um homem forte para estar ao lado e igualar a força natural feminina”. E o disco fecha com “Thirteen”, produzido por Dj Cia. Essa é um synth pop moderno sobre mulher que se apaixona por pessoa mais nova e a força feminina para dizer não a certas situações. São sonhos, experiências, mensagens e influências de vida da artista italiana. “O princípio é o de quebrar a fronteira da sonoridade”, diz Aramà.

Compartilhar

Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Download Nulled WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
udemy course download free
download samsung firmware
Premium WordPress Themes Download
download udemy paid course for free