Milton Nascimento recebe o Prêmio UBC

Maria Rita, Elba Ramalho e dezenas de artistas participaram da terceira edição do Prêmio UBC

Foto: Divulgação

Amigo é coisa para se guardarNo lado esquerdo do peito” E foi em uma cerimônia repleta de amigos que foi o grande homenageado do Prêmio UBC 2019, que reuniu uma constelação de talentos da música brasileira cantando versões inéditas de seus grandes sucessos. O vento na Casa UBC, no Rio de Janeiro, contou com shows de Gilberto Gil, Maria Rita, Elba Ramalho, Toni Garrido, Rogério Flausino, João Bosco e muitos outros.

A noite começou com uma homenagem especial. Glória Braga, Superintendente Executiva do Ecad, recebeu o Troféu Fernando Brant, um reconhecimento por sua na luta pela consolidação dos direitos autorais no país.

Em seguida, o ator Thiago Lacerda, mestre de cerimônias do evento, anunciou as primeiras atrações da noite: Elba Ramalho cantou “Fé Cega, Faca Amolada”. Foi só o início de um show memorável. O que se viu depois foi uma sequência de estrelas da música brasileira interpretando hits de Bituca.  . Depois Xênia França emprestou a voz para “Certas Canções”. Almério Anna Lú  fizeram dueto em “Cais”.

Foto: Divulgação

O show seguiu com João Bosco interpretando “Tarde”. Kell Smith cantou “Clube da Esquina 2”. Toni Garrido deu voz à romântica “Encontros e Despedidas”. Maria Rita interpretou pela primeira vez “Morro Velho”. Chico Cesar entoou “Paula e Bebeto”, seguido por pelo segundo dueto da noite, comLuedji Luna e Rubel em encontro inédito em “Nada Será Como Antes”. O espetáculo chegou à reta final com Zé Ibarra cantando “San Vicente”. E Rogério Flausino, conterrâneo de Milton, interpretando “Coração de Estudante”.

Depois de tantas homenagens, um emocionado  Milton Nascimento recebeu o Prêmio UBC. E finalmente subiu ao palco reunindo todos em uma só voz com “Maria Maria”, imortalizada por Elis Regina.