Muse encerra Rock in Rio 2019 em grande estilo

E o grand finale do Rock in Rio 2019 não poderia ser melhor. A banda britânica Muse foi escolhida para encerrar o palco Mundo no último dia do festival. E o show foi empolgante e inesquecível.

O grupo foi formado em 1994. Seus membros são: Matthew Bellamy (vocal, guitarra e piano), Christopher Wolstenholme (baixo, vocal de apoio e teclado) e Dominic Howard (bateria e percussão).

O show trouxe um visual bem retrofuturista com luzes neon, óculos iluminados, sintetizadores, dançarinos “robôs” e jaquetas no melhor estilo “De Volta para o Futuro”.

Muse traz repertório bem equilibrado entre músicas novas e clássicos

O repertório foca no novo álbum da banda, “Simulation Theory”, com músicas como “Algorithm”, “Thought Contagion” e “Dig Down”. Isso sem desprezar clássicos, como “Plug in Baby”, “Time is Running Out” e “Hysteria”, que faz a plateia, mais uma vez, puxar um “Hey, Bolsonaro vai tomar no cu”.

Durante a performance de “Mercy”, Matthew desce do palco para falar com o público e pega uma bandeira do Brasil.

Se dirigindo para o final do show, o grupo traz um medley com metal. Nessa hora, um “alien-robô-gigante” se estica pelo palco tentando alcançar a banda. Durante o medley, Muse apresenta “Stockholm Syndrome”, “Assassin”, “Reapers”, “The Handler” e “New Born”.

O grupo segue para a última música, “Knights of Cydonia”, encerrando o show em grande estilo. Antes de sair do palco, Matthew ainda brincou com o público fazendo vocalizes com a palavra “Rio”, ao melhor estilo Freddie Mercury. Em seguida, passou o microfone para Dominic que agradeceu em português. “Obrigado”, disse o baterista.

Saiba mais sobre o que rolou no Rock in Rio no nosso Instagram: @portaluniversoartistico.