Patrícia Mellodi se apresenta no Rio

Publicado por:

Categorias

Compartilhar

A cantora e compositora Patrícia Mellodi se apresenta nessa quinta (21), no teatro Rival, no Rio de Janeiro. O show lançará o novo trabalho autoral da artista, o álbum “Dois Deuses e Eu”.

No palco, a artista terá a companhia dos dois músicos com os quais dividiu as gravações: o produtor musical Alexandre Rabello (baixo, percussão e programações) e Élcio Cáfaro (bateria). A apresentação terá também a participação especial de Daniel Gonzaga, companheiro de geração da artista. O show tem direção geral do poeta Jorge Salomão e roteiro a cargo do poeta e jornalista Christovam de Chevalier, que abrem a noite com recital poético.

No álbum, Patrícia Mellodi resgata suas raízes em 12 músicas autorais. A artista nasceu no Piauí (e isso é algo significativo na sua personalidade, assim como na sua música). A mais notória dessas influências é certamente a de Torquato Neto. A reverência ao poeta foi explicitada no show “Anjo torto”, que estreou em novembro de 2014, mês e ano em que o letrista teria completado 70 anos. Torquato é um dos expoentes tropicalistas que fizeram a cabeça dessa artista. Tanto que a artista louvou o que deve ser louvado no evento “Somos Tropicália”, que celebrou os 50 anos do movimento.

Concomitantemente a todas essas homenagens, a compositora pode ter ficado de lado, mas não se fez de morta. Foi do violão dela, atrevido e vigoroso, que nasceu o cancioneiro que a cantora dá voz agora. São músicas nas quais a artista canibaliza (no melhor estilo tropicalista) influências que extrapolam as divisas de seu estado natal. E acabam revelando a nordestina que ela é acima de tudo.

Ainda na seara tropicalista, ecos da poética de Gilberto Gil podem ser percebidos em “Mistério”, de discurso reflexivo e existencialista. Ela bebeu também no pernambucano Lenine, cujo vigor melódico-discursivo pontua a batida (do violão, sobretudo) da provocativa “Em cima do muro”. Já a  brejeirice de Dominguinhos norteia o xote “Aonde você ta agora?”. A axé music, que completou 30 anos recentemente, mostra que continua com tudo em cima e dá o tom em “Daquele jeito”.

E, aberto o leque de influências, nota-se também a presença daquela que é a mãe das cantoras nordestinas: Elba Ramalho. A cantriz paraibana – sobretudo a de “Ave de prata” e “Capim do vale”, seus primeiros LPs – reverbera no timbre dessa moça, filha de Yemanjá e Ogum.

Se você ainda não a conhece, ela é madeira que o cupim não rói. Não tem medo do escuro, de cobra nem de ladrão. É delícia (assim como ouvi-la cantar). É Patrícia. E ninguém vai apagar a sua chama. Ninguém!

“Dois Deuses e Eu” – Patricia Mellodi

Teatro Rival – Rua Álvaro Alvim, 33/37,  Centro, Rio de Janeiro/RJ. Telefone: (21) 2240-4469.

21 de novembro, às 19h30m.

Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

Duração: 80 minutos.

Classificação: 18 anos.

Compartilhar

Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download Premium WordPress Themes Free
udemy course download free
download mobile firmware
Download WordPress Themes Free
udemy free download