Prêmio Ubuntu marca noite de representatividade negra

Publicado por:

Categorias

Compartilhar

Uma noite de glamour e muito empoderamento. Assim foi o I Prêmio Ubuntu de Cultura Negra, que visa enaltecer algumas personalidades negras do cenário artístico. O público presente no Teatro Carlos Gomes pode conhecer as figuras homenageadas pelo projeto que busca dar visibilidade à cultura afrobrasileira, nessa quarta (29).

Figuras como os atores JP Rufino e Cauê Campos, a jornalista Flávia Oliveira, a atriz Isabel Fillards, o ex-BBB e diretor dramaturgo Rodrigo França e Dani Ornelas foram alguns dos vencedores do Prêmio Ubuntu. Além disso, projetos sociais e trabalhos gastronômicos que valorizam a história da comida afro ganharam notoriedade no evento. A ideia era ir além do reconhecimento do empenho de cada personalidade.

Os indicados ao prêmio tiveram nome e histórico avaliados pela comissão julgadora do evento, que é formado por representantes da sociedade civil, classe artística, poder público, articuladores do Prêmio, coletivo Dandara e também da idealizadora do projeto, Paula Dias.

Durante a noite foram premiados artistas e figuras de grande relevância nas categorias: Dança, Teatro, Música, Literatura, Ativista Cultural, Cinema, Manifestação Cultural, Personalidade Negra. Além disso houve destaque também para menção e medalha honrosa UBUNTU, destinada a pessoas que se destacam na luta da igualdade racial independente de cor e gênero.

Essa primeira proposta do Prêmio Ubuntu vem recebendo uma grande aceitação. Também fundadora da ONG Afro Tribo, Paula relata sobre a necessidade de exaltar o trabalho do povo negro. “Estou muito feliz com a repercussão e as inscrições para o prêmio, que se esgotou com menos de uma semana. Foram cerca de mil inscritos para assistir ao evento. Sem a minha equipe seria impossível realizar este evento”, conta a organizadora.

Além disso, o evento abriu uma campanha para arrecadar livros para a sala de leitura Ruth de Souza que será inaugurada no município de São Gonçalo. A expectativa é que o novo espaço atenda mais de 500 pessoas uma belíssima homenagem para nossa saudosa Ruth de Souza.

I Prêmio Ubuntu é marcado pela representatividade

Se engana que a noite foi apenas de aplausos e assobios. Muito pelo contrário, o encontro também refletiu sobre o verdadeiro papel da representatividade negra, que atualmente, ultrapassa barreiras.

Premio Ubuntu
Foto: Filipe Fernandes/Portal Universo Artístico

Um destes destaques foi o projeto “Pretinhas Leitoras”, que surgiu após as dificuldades enfrentadas pelas crianças e demais moradores do Morro da Providência. Com isso, as irmãs gêmeas Eduarda e Helena, de apenas 11 anos, são protagonistas dessas histórias ao apresentar no Youtube vídeos que dão dicas de livros que elas já leram. O canal no Youtube já conta com 20 mil inscritos. Os vídeos são apresentados pelas irmãs gêmeas Eduarda e Helena.

A ideia, segundo a Professora e Co-criadora do projeto, Elen Ferreira, é propagar a literatura negra. “Precisamos refletir sobre as relações das crianças com o território a qual estão inseridos, por isso devemos difundir a história e literatura, especificamente, negra a partir do Protagonismo Infantil”, relata a pedagoga.

E a atriz Isabel Fillardis também comemorou 30 anos e ainda recebeu um prêmio pela sua contribuição no cenário artístico. Segundo Isabel, o prêmio é um grande reconhecimento. “Na minha época a questão da representatividade ainda ‘não existia’, mas já a exercia. Ocupar espaços é nosso direito. Estou honrada e grata por isso”, afirma a artista que receberá o prêmio de melhor atriz.

Confira os vencedores do I Prêmio Ubuntu de Cultura Negra

1. Categoria Melhor Peça: Oboró Masculinidades Negras

2. Categoria Melhor Peça Infantil: O pequeno Príncipe Preto

3. Categoria Melhor Peça Teatral: Luiz Gama Uma Voz Pela Liberdade

4. Categoria Melhor Peça: Palmares de Zumbi

5. Categoria Melhor Ator: Deo Garcez (Luiz Gama Uma Voz Pela Liberdade)

6. Categoria Melhor Ator: Cridemar Aquino

7. Categoria Melhor Ator Juvenil: Cauê Campos (Obra: O feijão do Sétimo Guardião)

8. Categoria Melhor Ator: Robson Santos (Obra: O Sétimo Guardião – Personagem: Alfredo)

9. Categoria Melhor Ator: Dantas Júnior (Obra: O pequeno Príncipe Preto)

10. Categoria Melhor Ator: Reinaldo Júnior (Obra: Oboró Masculinidades Negras)

11. Categoria Melhor Ator: Tito Sant’anna (Obra: O Outro Lado do Palhaço)

12: Categoria Melhor Ator de Protagonismo Juvenil: JP Rufino

13. Categoria Melhor Atriz: Dja Marthins (Personagens: Dona Céu em a Dona do Pedaço)

14. Categoria Melhor Atriz: Isabel Fillards (Personagens Dr. Vera em Topíssima)

15. Categoria Melhor Atriz: Olivia Araújo (Personagem Cesária de Malhação)

16. Categoria Melhor Dançarino de Samba: Dhu Costa

17. Categoria Melhor Cantora de Música Afro: Lizza Dias

18. Categoria Melhor Roteirista: Negra Rose (Obra: Que Brasil é Esse)

19. Categoria Melhor Cineasta: Wava de Carvalho (Obra: Documentário  Cais do Valongo e Xica da Silva)

20. Categoria Melhor Figurino: Vanderlei Gomes (Obra: Oboró Masculinidades Negras)

21. Categoria Jornalista Revelação: Tássia Camargo

22. Categoria Jornalista Revelação: Leonne Gabriel

23. Categoria Melhor Stylista: Luiz Holif

24. Categoria Melhor Autora: Luana Génot

25. Categoria Representatividade Negra: Sérgio Noronha

26. Categoria Melhor Culinária: Rosa Perdigão com Acarajé Vegano

27. Categoria Melhor Diretor e Dramaturgo: Rodrigo França (Obras: Inimigo Oculto e Pequeno Príncipe Preto)

28.  Categoria Melhor Mídia Social: Podcast Angu de Grilo

29. Categoria Melhor Beauty Artist: Paulo Cesar

30. Categoria Multilínguagem: Paula Pardón

31. Categoria Melhor Ritmo Popular: Os Ousados

32. Categoria Melhor Projeto: Odarah Cultura e Missão

33. Categoria Melhor Scouter: Moisés Karran

34. Categoria Representatividade Negra: Flávia Oliveira

35. Categoria melhor Ritmo Popular: Rafel Inácio com Favelado Qualquer

36. Categoria Melhor Preparadora Corporal: Eliete Miranda

37. Categoria Melhor Escritora de Narrativa Preta: Eliane Alves

37. Categoria Representatividade Negra: Dr. Cláudio Rocha

38. Categoria Produtora Cultural: Denny Moura

39. Categoria Melhor Mídia Social Preta: Carioquice Negra

40. Categoria Melhor Espaço Cultural: Ateliê Bonifácio

41. Categoria Melhor Compositor: Altair Veloso

42. Categoria Melhor Dramaturgo Revelação: Adalberto Neto (Obra: Oboró masculinidades Negras)

43. Categoria Dramaturgo destaque: Dani Ornellas

44. Categoria Melhor Roupa: Afro Ms.Vee

45. Categoria Melhor Apresentador: Vall Santos

46. Categoria Diretora de Movimento: Valéria Monã

47. Categoria Multilinguagem: Ella Fernandes

48. Melhor Representatividade Negra: Lázaro Ramos

49. Categoria Modelo Revelação: Alê Fercar

Compartilhar

Premium WordPress Themes Download
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
download udemy paid course for free
download coolpad firmware
Download WordPress Themes Free
free online course