Banda Zil lança primeiro álbum ao vivo

Formada por sete amigos, todos músicos do primeiríssimo time, a Banda Zil marcou época no final dos anos 80. Dona de uma mistura personalíssima de música instrumental, jazz e MPB, a banda lança agora “Zil ao Vivo”, primeiro álbum ao vivo do grupo. O CD está disponível nas plataformas digitais e no Youtube.

Banda Zil
Foto: Divulgação

No registro ao vivo, os sete resgatam canções como “Tupete” (Claudio Nucci e Zé Renato), “Benefício” e “Pegadas frescas”, ambas de Hamilton Vaz Pereira e Zé Renato, “Jequié” (Moacir Santos e Aldir Blanc), “Suíte gaúcha” (Marcos Ariel), “Ânima” (Milton Nascimento e Zé Renato) e “Maromba” (Paulinho Soledade e Ricardo Silveira).

O lançamento do álbum será nos dias 6 e 7 de fevereiro, em São Paulo. O show vai acontecer no SESC Pompeia. A venda online dos ingressos começa no dia 28 de janeiro. Já a venda presencial na bilheteria do SESC Pompeia abre em 29 de janeiro.

Sobre a Banda Zil

Criada em 1986 por Zé Renato, Claudio Nucci, Ricardo Silveira, Marcos Ariel, Zé Nogueira, Jurim Moreira e João Batista, a Zil lançou um único CD. O álbum foi editado no Brasil, Europa, Estados Unidos e Japão em 1987. Em 1988, o grupo fez uma última apresentação no lendário Free Jazz Festival, em São Paulo.

Até que, reunidos novamente no palco do Cultural Bar, Juiz de Fora, em 2016, a Banda Zil retomou o repertório que marcou época. “Há tempos que a gente conversava sobre a possibilidade de se reunir de novo. Foi um trabalho que deu muito prazer na época. Durante esse tempo todo, nos encontramos em vários projetos. Somos muito amigos”, conta Zé Renato. O desejo antigo ganhou novo fôlego e a ideia agora é voltar aos palcos, sempre que a agenda de cada um deles permitir.

“Musicalmente, sentia muita falta daquela sonoridade da Zil. Essa também é uma maneira da gente homenagear o Paulinho Albuquerque, já que ele foi um dos idealizadores da banda e nos ajudou a compor o repertório”, completa Zé Renato. Paulinho Albuquerque, morto em 2006, foi ainda co-produtor o disco de 1987, ao lado de Zé Nogueira e João Batista.

Lançamento do “Zil ao Vivo”

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93, São Paulo/SP.

6 e 7 de fevereiro, às 21h.

Ingressos: R$9 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$15 (pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$30 (inteira).

Classificação: 18 anos.