MetrôRio distribui máscaras para passageiros

O MetrôRio, empresa do grupo Invepar, e o banco Itaú Unibanco se uniram para fazer a distribuição de um milhão de máscaras em todas as estações da concessionária nas linhas 1, 2 e 4. A ação terá início hoje, quinta-feira, dia 4, e faz parte do projeto Todos pela Saúde, criado pelo banco para enfrentar o novo coronavírus. A iniciativa tem como objetivo proteger a população que precisa sair de casa em meio à pandemia.

Desde o dia 23 de março, o uso de máscara é obrigatório na cidade do Rio de Janeiro nas ruas, estabelecimentos comerciais e também nos meios de transportes e demais áreas públicas. “A parceria com o Todos Pela Saúde representa, além de tudo, uma ação de conscientização sobre a importância do uso de máscara no transporte público, a fim de evitar a disseminação da Covid-19. Temos notado que a maioria dos clientes do MetrôRio já utiliza a proteção. Com a distribuição de uma peça adicional, estaremos incentivando ainda mais este bom hábito”, afirma a gerente de Comunicação e Responsabilidade Social do MetrôRio, Simone Pfeil.

As máscaras doadas pelo Itaú Unibanco são de pano e podem ser reutilizadas após a lavagem. Trata-se de uma medida eficaz de prevenção da disseminação do coronavírus. As peças serão distribuídas nas estações, durante vários dias e em horários diferentes, até o término do estoque. Segundo Gonzalo Vecina Neto, fundador e ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e integrante do grupo de especialistas do Todos pela Saúde, é importante ressaltar que as máscaras reutilizáveis são de uso individual, mesmo depois de higienizadas. Vecina reforça ainda que as pessoas devem evitar sair às ruas, fazendo isso apenas em caso de real necessidade. “Nossa intenção ao doar as máscaras é ajudar a proteger trabalhadores e usuários dos serviços essenciais. Eu uso máscara e te protejo, você usa máscara e me protege – assim nos protegemos”. Ele lembra ainda que o uso de máscaras não substitui a necessidade do isolamento social. “Ficar em casa ainda é a melhor forma de deter a velocidade de crescimento da pandemia”, finaliza.

Outras medidas preventivas adotadas pelo MetrôRio

Desde o início das medidas de isolamento social, o MetrôRio vem implementando diversas ações para combater a disseminação do coronavírus e promover a segurança dos funcionários e passageiros que acessam o sistema. Entre as principais medidas está a criação de um novo protocolo de limpeza, com profissionais atuando embarcados nas composições, limpando, também durante as viagens, as áreas comuns no interior dos trens com álcool em gel e produto bactericida.

Outra medida é a sanitização de composições e estações com quaternário de amônio, que ataca e mata bactérias e vírus após a aplicação. O produto é aplicado com um equipamento nebulizador, que espalha micropartículas através de uma névoa, potencializando sua cobertura. Os passageiros e colaboradores contam, ainda, com álcool em gel nas estações.

Todos pela Saúde

Lançado no dia 31 de abril deste ano, o Todos Pela Saúde teve um aporte inicial de R$ 1 bilhão, realizado pelo Itaú Unibanco. Com recursos administrados por um grupo de especialistas da área da saúde e ações estratégicas baseadas em premissas técnicas e científicas, a iniciativa se guia por quatro pilares de atuação: informar, proteger, cuidar e retornar.

O Todos pela Saúde é liderado por Paulo Chapchap, diretor geral do Hospital Sírio Libanês, e conta também com a participação de Drauzio Varella, médico, cientista e escritor; Gonzalo Vecina Neto, ex-presidente da Anvisa; Maurício Ceschin, ex-diretor presidente da Agência Nacional de Saúde; Eugênio Vilaça Mendes, consultor do Conselho dos Secretários de Saúde; Sidney Klajner, presidente do hospital Albert Einstein; e Pedro Barbosa, presidente do Instituto de Biologia Molecular do Paraná, instituição ligada à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).